Terça-feira, 17 de Janeiro de 2012

AROMATERAPIA - OS AROMAS DA VIDA

Uma das terapias mais antigas do mundo, a Aromaterapia é um ramo da Fitoterapia que consiste no tratamento de doenças através do uso de aromas vegetais. Na linguagem médica, as essências aromáticas usadas nesse tipo de tratamento são conhecidas como óleos essenciais.

O uso de plantas na alimentação e como remédio são usadas a milhares de anos pelo homem, mas o uso de essências vegetais foi usado pela primeira vez quarenta séculos antes da nossa era pelos egípcios que sabiam como extrair a essência de cedro.

Desde a sua descoberta, as essências vegetais foram incorporadas em centenas de preparações medicinais e cosméticas, mas no fim do século 19, pesquisas científicas foram publicadas demostrando as importantes propriedades antiinfecciosas dos óleos essenciais. Somente em 1945, o doutor Jean Valnet analisa de forma clara, em função de sua própria experiência, as propriedades das plantas medicinais, como dos óleos essenciais, suas indicações e modos de usar, por via interna ou externa, do ponto de vida curativo ou preventivo.

Para se obter óleos essenciais, existem varias maneiras, mas a mais usada é através de destilação à vapor. O rendimento geralmente é muito baixo, sendo necessário, mais ou menos, 200 kg de plantas para obter 1 kg de óleos essenciais.

A Aromaterapia é usada principalmente nos casos de doenças infecciosas, devido aos poderes anti-séptico, bactericida, antibiótico, antifungicida e antiparasitário. Mas, conforme o caso, podem apresentar outros benefícios: melhora a circulação, hiper e hipotensivas, tonificantes, estomacais, hormonais, cicatrizantes e outras.

Entretanto, assim como qualquer remédio ou tratamento, a Aromaterapia, dependendo da dosagem ou do paciente, pode provocar efeitos secundários, mais ou menos graves, como problemas nervosos. Com isso, como em qualquer outro tratamento, não se deve fazer automedicação.

A Fito-aromaterapia pode em muitas casos ser suficiente para o tratamento de muitas doenças, porém é sempre importante uma alimentação saudável e equilibrada onde os legumes, as frutas e cereais terão importância fundamental como alimentos-medicamentos ajudando a assimilação das plantas medicinais.

Como utilizar os óleos essenciais:

Massagem

Os óleos essenciais puros devem ser diluídos em óleo base vegetal.

A massagem ativa a circulação, aquecendo a pele, sendo muito eficaz na sua função terapêutica.

Banhos

Adicione algumas gotas de óleo essencial em uma banheira com água quente.

Vaporização

Dilua 3 gotas de óleo essencial a um pouco de água em um aromatizador de ambientes com vela.

Compressas

Adicione 3 gotas de óleo essencial em ½ litro de água. Embeba um pano de algodão e aplique sobre a área desejada.

Compressas frias para dores agudas, como contusões e dores de cabeça.

Compressas quentes para dores crônicas, como dores de ouvido e cólicas menstruais.

Vários aspectos da aromaterapia serão abordados em nossos próximos artigos.

 

AROMATERAPIA – O NARIZ SENTE

Os aromas estão na moda. Cada vez mais os decoradores e consumidores estão utilizando os óleos essenciais na decoração, trazendo saúde e bem estar para todos que usufruem do ambiente. Aromatiza-se um ambiente, juntando aos óleos essenciais, flores, frutas secas, pedaços de madeira, sementes.

Com o uso de óleos vegetais estamos criando uma agradável atmosfera e, também, desifetando o ambiente, prevenindo a propagação de vírus e bactérias, pois muitos óleos têm propriedades antibactericidas e antiviroses.

Os aromas podem ser espalhados no ar de várias maneiras, a mais simples é colocar flores secas aromatizadas em um potpourrit, ou colocar gotas de óleo essencial na água. Os que desejam um efeito maior da aromaterapia, podem usar um difusor elétrico, que espalha a fragrância no ar sem o aquecimento do óleo. Dessa forma, se sente melhor o cheiro, e retém-se mais as propriedades.

Algumas dicas para a utilização da aromaterapia:

Se você tem hóspedes em casa, você deve usar óleos de cozinha ou temperos, pois estimulam o apetite e favorecem a digestão. Uma dica é o uso de alfazema.

Para não deixar que os hóspedes fiquem muito cansados e sem energia após o jantar, o alecrim e o manjericão estimulam a boa conversação.

Os óleos de todos os pinheiros ou de citrus, como a laranja, são agradáveis e bons para o espírito. Pode-se misturar com um pouco de alfazema, para deixá-los mais suaves.

Se você tem uma apresentação ou uma prova importante se aproximando, coloque umas gotas de alecrim ou manjericão no seu difusor, ou mesmo em um pouco de água. Esses óleos são bons para a concentração e memória.

Óleos de citrus, de alfazema ou de manjerona, podem acalmar crianças mal-humoradas e adultos estressados. Coloque uma gota do óleo em um travesseiro ou em um lenço e deixe o aroma lavar os traumas do dia.

Para gripes e sinusites, eucaliptus é indicado pois penetra no nariz e melhora a respiração.

Os óleos são perfeitos para prevenir doenças e, uma boa dica, é adicionar em soluções de limpeza. O óleo de orégano, por exemplo, é 28 vezes mais desinfetante do que o fenol, que é um componente muito comum em produtos de limpeza.

Muitos são os tipos de aromas que podem ser usados, mas o mais indicado para quem prefere escolher somente um, é utilizar a alfazema, pois é relaxante e suave, além de misturar bem com muitos outros aromas. 

publicado por Tiquinha às 18:48

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. ...

. ...

. BENÇÃO DOS ELEMENTAIS AO ...

. Elemento Ar ( Silfos e Sí...

. Feliz Imbolc!

. ESTRAGÃO

. DICA DA BRUXA

. Isso se Chama Coragem....

. As Bruxas........

.arquivos

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Agosto 2011

. Junho 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

blogs SAPO

.subscrever feeds